Publicado em 27/05/2016 às 21h20.

Bombeiro que matou esposa dentro de escola é exonerado

Valdiógenes era subcomandante do 3º GBM (Iguatemi) e matou a esposa Sandra Denise dentro de escola em Castelo Branco

Redação
Foto: Reprodução/ Facebook
Sandra Denise e o Major, autuado em flagrante após matar-la em escola no bairro de Castelo Branco (Foto: Reprodução/ Facebook)

 

O major Valdiógenes Almeida Cruz Júnior, de 45 anos, subcomandante do 3º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM/Iguatemi), que matou a esposa dentro de uma escola no bairro de Castelo Branco no dia 13 de Maio, teve sua exoneração publicada no Diário Oficial da Bahia no último dia 17.

O crime aconteceu pela manhã do último dia 13, dentro de uma escola, no bairro de Castelo Branco, quando Valdiógenes invadiu a escola em que Sandra atuava como professora e ocupava o cargo de vice-diretora.e disparou contra a mulher. Em depoimento posterior, ele alegou ciúmes como motivação para o crime afirmando que desconfiava de uma traição da mulher.