Publicado em 06/01/2022 às 10h35.

Com investimento de R$ 12 milhões, Bruno libera obra de escola para autistas no Curralinho

Com 20 salas climatizadas, refeitório e piscina, unidade será gerida pela Associação dos Amigos dos Autistas

Jamile Amine / Mattheus Miranda
Foto: Mattheus Miranda / Bahia.Ba
Foto: Mattheus Miranda / Bahia.Ba

 

O prefeito Bruno Reis assinou, nesta quinta-feira (6), a ordem de serviço para o início das obras da Escola Municipal do Curralinho, localizada na Rua Granja Marazul, no bairro do Curralinho, em Salvador. Voltada para alunos com espectro autista, a unidade escolar será administrada pela Associação Amigos dos Autistas (AMA), que também terá sua nova sede implantada no local.

“É uma escola que vai atender – ela é toda adaptada – às pessoas com espectro do autismo. Terá 20 salas, todas climatizadas, refeitório, cozinha e inclusive terá piscina. Muito bem localizada aqui no Curralinho, na divisa do Stiep com a Boca do Rio”, declarou o prefeito, nesta manhã, acrescentando que além desta obra, a localidade receberá ainda um conjunto de investimentos da prefeitura.

Na ocasião, Bruno pontuou que a administração municipal já celebrou outros convênios com a AMA, somando cerca de R$ 1 bilhão, e falou sobre o processo para viabilizar a construção da Escola Municipal do Curralinho.

“Lembrando um pouco essa história, eu ainda como secretário de Infraestrutura recebi os dirigentes da AMA onde esse terreno já tinha sido cedido pela prefeitura pra essa instituição. Eles aqui queriam implantar uma escola. Tinham o projeto conceitual, à época, como secretário, nós assumimos esse projeto, elaboramos um projeto executivo com todos os detalhes deste a parte de construção física, projeto elétrico e hidráulico e partimos pra viabilizar os recursos”, contou o gestor municipal. “Na época acionamos o deputado federal João Roma, que fez essa articulação junto ao Ministério da Educação, o FNDE, aprovamos o projeto lá, viabilizamos R$ 12 milhões e hoje estamos aqui para dar início a esta obra”, concluiu.

Com um investimento de R$ 12 milhões e prazo de conclusão de 18 meses, a obra inclui 20 salas de aula, sala multiuso, acessibilidade total, 14 sanitários, refeitório, cozinha, despensa, depósito de materiais de limpeza, lavanderia, diretoria, almoxarifado, piscina, quadra poliesportiva, vestiário e sala de professores.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.