Publicado em 17/08/2018 às 20h00.

Jovem é presa por morder policial tentando impedir prisão do marido

Segundo a SSP, caso ocorreu no bairro de Fazenda Coutos III e a jovem também chamou os militares de macacos

Redação
Foto: Divulgação/SSPBA
Foto: Divulgação/SSPBA

 

Uma jovem  de 19 anos foi presa nesta quinta-feira (16) após morder a mão de um policial, na tentativa de impedir que o marido fosse preso no bairro de Fazenda Coutos III, no subúrbio de Salvador.

Ela também é acusada de ter cometido ato racista contra PMs da 19ª CIPM (Paripe),  segundo informou a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

A mulher foi identificada como Jamile Guimarães dos Santos. Seu marido, Lucas Araújo da Silva, 27 anos, é suspeito de tráfico de drogas na região e também acabou capturado pela polícia.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública, o caso ocorreu quando equipes da 19ª CIPM faziam ronda no bairro e perceberam um grupo de homens comercializando drogas.

Com a aproximação das viaturas, alguns criminosos correram mas Lucas Araújo da Silva, 27 anos, acabou alcançado. A SSP informou que, com o suspeito, foram encontrados 25 tabletes pequenos de maconha, 15 pedras de crack, entre outros materiais.

Ao perceber que o marido havia sido capturado, Jamile mordeu a mão de um militar, chamou os PMs de macacos e xingou os agentes. Ela e o marido foram levados para a 5ª Delegacia, em Periperi.

O PM mordido foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Periperi, onde foi medicado e liberado, segundo informações do G1.

PUBLICIDADE