Publicado em 08/10/2019 às 19h56.

‘Não existe registro de arrastão’, garante Secretaria de Segurança

Polícia Civil vai investigar possíveis informações falsas propagadas por aplicativos, como WhatsApp, sobre os desdobramentos da suposta greve

Rayllanna Lima
Foto: Alberto Maraux/SSP
Foto: Alberto Maraux/SSP

 

A Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA) informou na noite desta terça-feira (8) que os policiais militares permanecem atendendo a população por meio de chamados no número 190, sem qualquer tipo de anormalidade.

Segundo o órgão, o único caso diferente registrado esta noite foi um veículo com pane elétrica, que pegou fogo na Avenida ACM, próximo ao Shopping da Bahia.

A SSP reforçou ainda que informações falsas sobre arrastões, roubos, entre outros crimes serão investigadas pela Polícia Civil.

“Estamos com as equipes 100% nas ruas. A população sabe em quem confiar. Qualquer anormalidade devemos ser acionados através do telefone 190”, disse o comandante de Operações da Polícia Militar, coronel Humberto Sturaro.

Em pronunciamento também nesta terça, o governador Rui Costa (PT) definiu o anúncio de greve como um “movimento político-partidário” do deputado estadual Soldado Prisco (PSC), presidente da Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra).

PUBLICIDADE