Publicado em 14/12/2016 às 14h45.

Presidente do Sindicato dos Bancários diz que Temer quer sucatear o BB

Em protesto, moradores do IAPI e funcionários da agência do bairro pedem que unidade seja mantida

Redação
Foto: Divulgação/ SBBA
Foto: Divulgação/ SBBA

 

Moradores do bairro do IAPI, em Salvador realizam protesto, nesta quarta-feira (14), contra o fechamento da única agência do Banco do Brasil localizada no bairro. Ela é uma das dezenas, na cidade, que devem fechar em decorrência da reestruturação promovida pelo governo Temer. No ato, funcionários, população e diretores do Sindicato dos Bancários da Bahia deram um abraço simbólico na unidade. Também assinaram um abaixo-assinado contra o desmonte do BB.

No IAPI, há apenas uma unidade do BB, responsável pelo atendimento de clientes dos bairros da Cidade Nova, Caixa d’Água, Santa Mônica, Pau Miúdo e Pero Vaz. Segundo o Sindicato dos Bancários da Bahia (SBBA), em dia de pico, mais de 600 pessoas passam pelo local e, com o fechamento, terão que se deslocar até a Liberdade ou Comércio para fazer uma operação.

Para o presidente do SBBA, Augusto Vasconcelos, a intenção do governo Temer, com a redução do quadro de pessoal e o fechamento das unidades, é sucatear a empresa para facilitar a privatização, assim como fez Fernando Henrique Cardoso na década de 1990.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.