Publicado em 08/04/2016 às 15h20.

Servidores municipais de Salvador decidem manter greve

Decisão foi tomada durante assembleia realizada na manhã desta quinta. Greve já dura 25 dias

Redação
Em assembleia, servidores municipais de Salvador decidiram manter greve. Foto: Divulgação/Sindiseps
Em assembleia, servidores municipais de Salvador decidiram manter greve. Foto: Divulgação/Sindiseps

 

Em assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (8), no Ginásio de Esportes do Sindicato dos Bancários, em Salvador, os funcionários públicos municipais decidiram manter a greve, que já dura 25 dias. Após a assembleia, a categoria saiu em caminhada com destino à Praça Municipal.

Segundo informações do Sindicato dos Servidores da Prefeitura do Salvador (Sindseps), em campanha salarial, os servidores tiveram desconto de 40% nos salários que estavam bloqueados durante a greve e que foram pagos na quinta-feira (7).

Ainda na quinta-feira, a Secretaria Municipal de Gestão (Semge) confirmou o corte de 40% e destacou que pagou apenas os 15 dias que os servidores trabalharam. Além disso, a pasta explicou que a prefeitura não teve como processar de forma específica diferentes folhas de pagamento com descontos salariais diferentes para compensar exatamente os dias que não foram trabalhados pelos grevistas.

Para a entidade de classe, a prefeitura negou proposta da categoria de receber o salário integral imediatamente e pagar as horas não trabalhadas por causa da greve em jornadas extraordinárias.

Não há nenhuma reunião agendada com a prefeitura, no entanto uma nova assembleia da categoria ainda será marcada.

Com informações do G1

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.