Publicado em 25/03/2020 às 12h43.

Supermercados devem priorizar atendimento a idosos e oferecer delivery

Decreto estabelece que estabelecimentos reservem duas horas por dia para receber clientes acima dos 60 anos

Alexandre Santos / Matheus Morais
Clientes deixam prateleira vazia em meio à pandemia da Covid-19 (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Clientes têm deixdo prateleiras vazias em meio à pandemia da Covid-19 (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

 

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), disse na manhã desta quarta-feira (25) que os supermercados da cidade deverão disponibilizar duas horas por dia para atender exclusivamente pessoas idosas enquanto vigorarem as medidas restritivas contra o avanço do novo coronavírus.

“Alguns supermercados já estavam adotando a prática de reservar duas horas por dia para a compra dos idosos, que era das 6h às 8h da manhã. Mas a gente percebeu que estava muito cedo e era uma adesão de quem queria. Agora é uma obrigação. Todos os supermercados da cidade terão que reservar duas horas por dia, e o horário será das 7 às 9h. Às 6h estava muito cedo. A gente percebeu a dificuldade dos idosos”, declarou o prefeito.

Segundo ACM Neto, se possível, os estabelecimentos também deverão disponibilizar o serviço de delivery (entrega em domicílio).

“Estamos dando uma recomendação para que todos os supermercados que possam ofereçam o serviço de delivery, de entrega a domicílio e deem preferência desse serviço aos idosos, às pessoas com mais e 60 anos de idade”, pediu o prefeito.

PUBLICIDADE