Publicado em 17/11/2021 às 17h52.

Linha Azul: itinerário que facilitará o diagnóstico precoce do câncer de próstata

Implementada no Sistema Único de Saúde (SUS), a iniciativa aproveita a mobilização mundial do Novembro Azul

Redação
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

 

Nesta quarta-feira (17), o Ministério da Saúde lançou um itinerário que busca facilitar a conscientização e o acesso de homens ao tratamento do câncer de próstata. Implementada no Sistema Único de Saúde (SUS), a iniciativa aproveita a mobilização mundial do Novembro Azul para divulgar ainda mais a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

“A Linha Azul é o itinerário do paciente em toda a rede de atenção, iniciando na atenção primária, com apoio da regulação, para ser encaminhado visando ao diagnóstico na atenção especializada”, disse a diretora do Departamento de Atenção Especializada e Temática do Ministério da Saúde, Maíra Botelho, durante a cerimônia de lançamento da “linha de cuidados” que compõem a iniciativa.

O paciente passará por especialistas urologistas para então ser encaminhado à unidade de referência especializada. “Se confirmado o diagnostico de câncer, ele será encaminhado às nossas unidades de tratamento, na atenção especializada”, explicou Maíra.

Com a proposta de ampliar as políticas públicas voltadas para o controle e combate ao câncer de próstata, o Linha Azul traça um “itinerário terapêutico para homens que apresentam sinais e alterações na próstata”, disse o chefe do Setor de Urologia do Instituto Nacional do Câncer (Inca), Franz Campos.

Segundo Campos, a ideia é que o paciente tenha um caminho a percorrer no sistema de saúde, da unidade básica ao tratamento especializado. “Isso porque as chances de cura aumentam 90% se o diagnóstico for feito no estágio inicial”, afirmou.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.