Publicado em 02/05/2018 às 10h18.

Chapa de Zé Ronaldo pode ter Bruno Reis ou ‘nome da Universal’

O temor é que um eventual resultado ruim nas urnas possa “fritar” o vice-prefeito, nome do grupo para disputar o Thomé de Souza em 2020

Rodrigo Aguiar
Foto: João Victor Medeiros / bahia.ba
Foto: João Victor Medeiros / bahia.ba

 

Com a candidatura do presidente da Câmara de Salvador, Leo Prates (DEM), à Assembleia Legislativa cada vez mais dada como certa, o vice-prefeito Bruno Reis (DEM) seria o nome mais cotado para vice na chapa do pré-candidato ao governo José Ronaldo (DEM).

O temor, no entanto, é que um eventual resultado ruim nas urnas em outubro possa “fritar” Bruno, sabidamente o nome do grupo para disputar o Thomé de Souza em 2020.

Desde que anunciou sua permanência na prefeitura, Neto tem sido pressionado por aliados a indicar alguém ligado a ele – e com votos na capital – para a composição encabeçada pelo ex-prefeito de Feira de Santana.

Caso Bruno não saia candidato, outra opção debatida é ter algum representante da Igreja Universal, portanto do PRB, na vaga de vice, pelo potencial de votos do grupo. É nesse contexto que o nome da vereadora Ireuda Silva foi especulado há algumas semanas.