Publicado em 19/08/2022 às 16h41.

Benefício Taxista: Mais de 19 mil motoristas já receberam as primeiras parcelas

Em toda a região Nordeste, mais de 68,5 mil motoristas cadastrados receberam o pagamento emergencial

Redação
Foto: Romildo de Jesus/Secom PMS
Foto: Romildo de Jesus/Secom PMS

 

Dados do Ministério do Trabalho e Previdência indicam que mais de 19.150 motoristas de táxi da Bahia já receberam o pagamento do Benefício Taxista. Com este desempenho, o estado ocupa a primeira colocação da região Nordeste no número de profissionais contemplados.

Em número de beneficiados no Nordeste, a Bahia é seguida por Ceará (11.187), Pernambuco (9.691), Alagoas (7.273), Sergipe (5.925) e Maranhão (5.275). A região tem, ao todo, 68.558 pessoas atendidas pelo benefício emergencial.

Em todo o Brasil, 245.213 taxistas foram contemplados com as primeiras parcelas do benefício. O pagamento da primeira etapa do auxílio teve início na última terça-feira (16).

Novos pagamentos
Um segundo lote de pagamento aos taxistas, que atendem aos critérios estabelecidos, está previsto para ocorrer no dia 30 de agosto. Para receber o valor, o motorista deverá ter sido cadastrado pela prefeitura ou ente municipal até a última segunda-feira (15).

O Benefício Taxista é depositado em conta poupança social digital aberta automaticamente pela Caixa Econômica Federal em nome dos motoristas, com movimentação pelo aplicativo Caixa Tem. O beneficiário não precisa realizar cadastro ou enviar dados de conta para o banco.

Caso a conta social não seja movimentada por até 90 dias, os recursos serão recolhidos ao Tesouro Nacional.

Programa
O Benefício Taxista foi instituído pela Emenda Constitucional n° 123, de julho de 2022, como assistência emergencial no enfrentamento do estado de emergência decorrente da elevação extraordinária e imprevisível do preço do petróleo, combustíveis e seus derivados e dos impactos sociais deles provenientes.

O auxílio tem validade até o mês de dezembro de 2022. A quantidade de parcelas e o valor do benefício poderão ser ajustados em função do número de motoristas beneficiários cadastrados e o limite global de recursos. O valor máximo é de R$ 1.000 por parcela.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.