Publicado em 17/09/2019 às 19h40.

Monitor aponta redução da seca extrema na divisa com Pernambuco

No oeste baiano, por sua vez, houve um aumento da seca grave e da seca moderada, aponta ferramenta

Redação
Foto: Elói Corrêa/ GOVBA
Foto: Elói Corrêa/ GOVBA

 

Em agosto, houve redução da faixa com seca extrema e seca grave na divisa da Bahia com Pernambuco por causa de chuvas, aponta o Monitor de Secas, ferramenta coordenada pela Agência Nacional de Águas (ANA), com apoio operacional da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (FUNCEME), e desenvolvida conjuntamente com diversas instituições estaduais, como o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema).

No oeste baiano, por sua vez, houve um aumento da seca grave e da seca moderada. E no leste do estado foi registrado aumento da área de seca moderada e diminuição da área de seca fraca.

Utilizado como suporte às políticas públicas de combate à seca, o monitor promove a observação regular e periódica da situação nos nove estados do Nordeste, além de Minas Gerais e Espírito Santo.

PUBLICIDADE