Publicado em 23/08/2019 às 09h35.

ViaBahia diz que não reduzirá tarifas de pedágio

Concessionária havia anunciado que cobraria preços mais baixos; medida, porém, depende de autorização de agência reguladora

Redação
Foto: Divulgação/ViaBahia
Foto: Divulgação/ViaBahia

 

A concessionária Viabahia, que administra a BR-324 e a BR-116, divulgou comunicado informando que, por força de decisão judicial, não poderá reduzir tarifas em suas praças de pedágio. A nova tabela de preços estava prevista para valer a partir desta sexta-feira (23).

Segundo a empresa, as mudanças, porém, só terão validade quando ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) emitir um parecer sobre sobre seu contrato de concessão.

Caso fossem reduzidas, conforme anunciado na última quarta (21), as tarifas dos pedágios da Via Bahia passariam de R$ 2,90 para R$ R$ 2,60 nas praças P1 e P2. Já nas praças P3, P4, P5, P6 e P7, o condutor teria de pagar R$ 4,60, em vez dos atuais R$ 5,10.

PUBLICIDADE