Publicado em 26/03/2020 às 21h40.

Coronavírus: Brasil vive explosão de internações por problemas respiratórios, diz Fiocruz

Desde o primeiro caso notificado, números saltaram

Redação
Foto: Josué Damacena/IOC/Fiocruz
Foto: Josué Damacena/IOC/Fiocruz

 

De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), desde que o primeiro caso notificado de coronavírus, em 25 de fevereiro, o Brasil vive uma “explosão” de internamentos ocasionados por insuficiência respiratória grave.

Conforme os dados da Fiocruz, na semana do primeiro caso diagnósticado, 662 pessoas procuraram atendimento médico no país com problema agudo de respiração, além de febre, tosse e dor de garganta.

Na semana entre os dias 15 e 21 de março, o número de internos já havia saltado para 2.250, segundo projeção feita com base nas notificações oficiais enviadas por unidades de saúde e hospitais públicos e particulares de todo o país.

“É um número casa vez maior do que a médica histórica, de cerca de 250 casos de hospitalização nos meses de fevereiro e março, em anos anteriores”, comenta o pesquisador da Fiocruz, Marcelo Ferreira da Costa Gomes.

PUBLICIDADE