Publicado em 22/01/2020 às 14h31.

Governo autoriza pagamento de 67,5 mil pedidos de seguro-desemprego atrasados

Atraso na operação foi motivada pela modalidade de saque imediato do FGTS, segundo órgão do Ministério da Economia

Redação
Foto: Arquivo/ Agência Brasil
Foto: Arquivo/ Agência Brasil

 

O governo federal autorizou o pagamento de seguro-desemprego que estavam atrasados em razão do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informou nesta quarta-feira (22) que foram mais de 67,5 mil requerimentos foram reprocessados.

De acordo com informações do G1, o pagamento das parcelas está programado para o próximo dia 28. A regra orienta que a liberação da primeira parcela ocorra 30 dias após a data do requerimento, enquanto as demais seguem o intervalo de um mês a partir da referida data.

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho informou ainda que os pedidos que não tinham impedimentos já foram liberados, e novas solicitações não deverão ser bloqueadas. Se isso acontecer, haverá novo reprocessamento. A consulta ao requerimento poderá ser realizada pelo site do Trabalho e Emprego ou pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital.

PUBLICIDADE