Publicado em 01/05/2020 às 20h00.

Decisão do Conselho Monetário deve injetar R$ 1,3 bilhão na economia

Pequenos bancos precisarão reter menos capital por um prazo de dois anos; operações de câmbio também foram facilitadas

Redação
Foto: Reprodução/Getty Images
Foto: Reprodução/Getty Images

 

00Decisão do Conselho Monetário Nacional, diminuindo a exigência de retenção de capital pelos pequenos bancos, deve injetar R$ 1,3 bilhão na economia brasileira.O percentual mínimo de ativos ponderados pelo risco simplificado dessas instituições caiu de 12% para 10,5% para as cooperativas de crédito e de 17% para 15% para as demais instituições de pequeno porte. Os percentuais originais subirão gradualmente, até voltarem aos níveis antigos em maio de 2022.

Em outra votação, o CMN elevou de US$100 mil para US$300 mil o valor das operações de câmbio de 80 instituiçoes. De acordo com o BC, a medida facilita as operações de comércio exterior, que podem buscar atendimento mais personalizado ao exportarem ou importarem mercadorias sem recorrerem a grandes bancos. Em 2019, 13,3% das operações de câmbio de exportação tinham valor entre US$100 mil e US$300 mil. As informações são da Agência Brasil.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.