Publicado em 17/04/2019 às 20h20.

Guedes vence queda de braço contra entidades do Sistema S pelo Sebrae

Conselho aprova destituição do então presidente João Henrique Sousa; Carlos Melles assume

Redação
Foto: Edu Andrade/Ministério da Economia
Foto: Edu Andrade/Ministério da Economia

 

O governo de Jair Bolsonaro conseguiu reverter nesta quarta-feira (17) a derrota que havia sofrido cinco meses atrás pela presidência do Sebrae Nacional.

Após esforços do ministro Paulo Guedes (Economia), o conselho da entidade, uma das que compõem o chamado Sistema S, aprovou a destituição do então presidente, João Henrique Sousa, e elegeu o ex-deputado Carlos Melles.

Guedes trava uma disputa com líderes das principais entidades do Sistema S para assumir o comando de um orçamento de quase R$ 18 milhões. Por meio de mecanismos de controle, o governo pretende usar esse dinheiro no custeio de projetos que tenham a chancela do governo.

Melles obteve 14 votos do conselho, dos quais 11 membros são de órgãos ligados ao governo federal, como Banco do Brasil, BNDES e Caixa. O ex-parlamentar já tinha um cargo no Sebrae, como diretor de administração e finanças, e contava com o apoio da bancada da micro e pequena empresa, do Congresso. G

PUBLICIDADE