Publicado em 20/06/2022 às 10h26.

José Mauro Coelho pede demissão e deixa a presidência da Petrobras

Ele deixa o cargo em meio à pressão do presidente Jair Bolsonaro (PL) e Arthur Lira (PP-AL)

Redação
Foto:  Saulo Cruz / Ministério de Minas e Energia
Foto: Saulo Cruz / Ministério de Minas e Energia

 

José Mauro Coelho pediu demissão do cargo de presidente da Petrobras, nesta segunda-feira (20).

“Petróleo Brasileira S.A – Petrobras, informa que o senhor José Mauro Coelho pediu demissão do cargo de presidente da empresa na manhã de hoje. A nomeação de um presidente interino será examinada pelo Conselho de Administração da Petrobras a partir de agora”, informou a companhia, em comunicado publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A renúncia de José Mauro já vinha sendo especulada, diante da pressão do presidente Jair Bolsonaro (PL) e do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), que vinham fazendo uma ofensiva para interferir na política de preços da estatal, diante da crise dos combustíveis. Chegou-se, inclusive, a sugerir uma CPI para investigar a atual gestão da Petrobras.

O substituto de Coelho já foi escolhido pelo governo: Caio Mário Paes de Andrade, indicado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. A posse depende agora de votação no Conselho de Administração da empresa.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.