Publicado em 11/02/2020 às 10h49.

Produção industrial encerra 2019 com queda em sete locais, aponta IBGE

Principais recuos foram registrados nos estados da Bahia (-2,9%), Mato Grosso (-2,6%) e Pernambuco (-2,2%)

Redação / Agência Brasil
Foto: Arquivo/Agência Brasil
Foto: Arquivo/Agência Brasil

 

A produção industrial caiu em sete dos 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2019. As principais quedas foram observadas nos estados de Minas Gerais (-5,6%) e Espírito Santo (-15,7%) e podem ser explicadas pela crise do setor extrativo.

A indústria extrativa foi afetada pela queda na produção de minério de ferro, em Minas Gerais, devido ao rompimento da barragem de Brumadinho (MG), no início de 2019. No Espírito Santo, a indústria sofreu impactos tanto do incidente em Minas Gerais quanto dos recuos na produção de óleos brutos de petróleo e gás natural e do setor de celulose.

Também tiveram recuo na produção industrial a região Nordeste (-3,1%), com destaque para a Bahia (-2,9%). Junto com o estado baiano, Mato Grosso (-2,6%), Pernambuco (-2,2%) e Pará (-1,3%) foram responsáveis pela queda de 1,1% na indústria nacional no ano de 2019.

Por outro lado, oito unidades da federação tiveram alta na produção, com destaque para o Paraná (5,7%). Outros locais com aumento na indústria foram Rio de Janeiro (2,3%), Amazonas (4%), Goiás (2,9%), Rio Grande do Sul (2,6%), Santa Catarina (2,2%), Ceará (1,6%) e São Paulo (0,2%).

Dezembro
Na passagem de novembro para dezembro do ano passado, 12 dos 15 locais tiveram queda na produção, com destaque para Rio de Janeiro (-4,3%) e Minas Gerais (-4,1%). Os três resultados positivos ficaram com Paraná (4,8%), Pará (2,9%) e região Nordeste (0,3%).

PUBLICIDADE