Publicado em 19/01/2020 às 19h00.

Pai de Meghan acusa filha de ‘depreciar’ monarquia britânica

"Toda garota quer se tornar uma princesa e ela conseguiu isso. E agora ela está jogando fora", disse Thomas Markle

Redação
Foto: Reprodução/Good Morning Britain
Foto: Reprodução/Good Morning Britain

 

O pai de Meghan Markle, Thomas Markle, acusou a filha de “depreciar” a família real britânica ao renunciar, juntamente como o príncipe Harry, da condição de membra ativa da monarquia. A declaração foi feita à rede de televisão britânica Channel 5.

O Palácio de Buckingham anunciou neste sábado (18) que o casal não usará mais seus títulos de “Alteza Real” e será responsável por pagar suas próprias despesas. No início deste mês Harry e Meghan anunciaram que queriam reduzir suas funções oficiais e passar mais tempo na América do Norte.

Para Thomas Markle, Meghan, joga fora “o sonho de toda garota”.

“É decepcionante porque ela efetivamente conseguiu o sonho de toda garota. Toda garota quer se tornar uma princesa e ela conseguiu isso. E agora ela está jogando fora, para, parece que ela está jogando isso fora por dinheiro”, disse Markle.

A entrevista foi filmada após o anúncio do casal de que eles se afastariam como membros sêniores da família real. Neste domingo (19), o Channel 5 divulgou parte da entrevista e disse que o documentário completo será transmitido “nas próximas semanas”.

Thomas Markle descreveu a família real como “uma das maiores instituições longevas de todos os tempos”, dizendo que quando Meghan se casou com Harry, em maio de 2018, eles assumiram a obrigação de “fazer parte da realeza e representar a realeza”.

“É uma das maiores instituições de todos os tempos”, disse ele. “Eles estão destruindo, estão barateando, estão tornando-os surrados… Eles estão transformando-o em um Walmart com uma coroa agora. É algo ridículo, eles não deveriam estar fazendo isso”, acrescentou.

PUBLICIDADE