Publicado em 25/10/2019 às 18h20.

Comissão da OAB-BA repudia declaração de operadora de navio-livraria

Postagem dizia que Salvador é “conhecida pela crença do povo em espíritos e demônios”

Redação
Foto: Marcus Murillo/bahia.ba
Foto: Marcus Murillo/bahia.ba

 

A Comissão Especial de Combate à Intolerância Religiosa da seccional baiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA) emitiu nota na qual repudia uma postagem da operadora do navio Logos Hope.

A embarcação, que comporta uma livraria flutuante, aportou nesta sexta-feira (25) em Salvador.

Para a presidente do colegiado, Maíra Vida, dizer que a capital baiana é “conhecida pela crença do povo em espíritos e demônios” ultrapassa os limites da liberdade de expressão e liberdade religiosa.

O desrespeito religioso será um dos temas debatidos no II Fórum Estadual de Direito e Liberdade Religiosa da OAB-BA, que acontece nos dias 28 e 29 de outubro, na sede da seccional.

PUBLICIDADE