Publicado em 29/11/2020 às 11h35.

Desembargadora presa há 1 ano recebe mais de R$ 450 mil em salários e benefícios

Maria do Socorro está presa desde novembro do ano passado

Redação
Foto: Divulgação/Ascom/TJ-BA
Foto: Divulgação/Ascom/TJ-BA

 

A desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, presa desde novembro de 2019, continua recebendo salário e benefícios do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). A desembargadora é ex-presidente do órgão.

Maria do Socorro já recebeu ao todo R$ 459 mil, de acordo com dados disponíveis no site do tribunal com informações até setembro. Ela está presa preventivamente após ter sido alvo da Operação Faroeste, sob suspeita de participação em um esquema de venda de decisões judiciais e grilagem de terras. Atualmente, Maria do Socorro está custodiada no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal.

A defesa nega as acusações e diz que vê na uma espécie de cumprimento antecipado de pena.

*Com informações do portal Uol