Publicado em 22/09/2019 às 17h35.

Gilmar Mendes critica política de segurança e pede ‘respeito à vida humana’

Ministro do STF lamentou o elevado número de crianças baleadas, dentre elas a menina Ágatha Félix, morta no Rio

Redação
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

 

O ministro do Superior Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes criticou a política de segurança pública e o elevado número de crianças baleadas no país.

“Os casos de mortes resultantes de ações policiais nas favelas são alarmantes. Agatha é a quinta criança morta em tiroteios no RJ neste ano. Ao total, 16 foram baleadas no período. Uma política de segurança pública eficiente deve se pautar pelo respeito à dignidade e à vida humana”, publicou em sua conta no Twitter, referindo-se à morte da menina Ágatha Félix, vítima de uma bala perdida durante ação policial no Complexo do Alemão na última sexta. Trata-se do 16º caso de criança atingida por tiro este ano no estado do Rio de Janeiro.

 

Os dados apontados por Gilmar Mendes Mendes são do Fogo Cruzado, órgão que aponta relatórios com todos os casos envolvendo trocas de tiros no Rio. Os dados apontam que desde janeiro houve uma criança de 1 ano, outra de 3, com os outros 12 casos envolvendo crianças entre 8 e 11 anos, além de dois bebês atingidos dentro da barriga da mãe.

PUBLICIDADE