Publicado em 23/07/2021 às 16h26.

MP-BA discute com Prefeitura e entidades privadas sobre viabilidade de evento-teste em Salvador

Órgão alertou sobre a necessidade do Município, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), manifestar-se sobre as condições para realização do evento, inclusive sobre o limite de pessoas que poderão participar dele

Redação
Foto: Divulgação/MPBA
Foto: Divulgação/MPBA

 

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) se reuniu na quinta-feira (22) com o Município de Salvador e representantes das entidades que pretendem realizar o evento-teste na capital baiana. Na ocasião, foram apresentados pelas entidades os protocolos elaborados para monitorar os participantes e evitar a disseminação do coronavírus, dentre os quais medidas de distanciamento que serão utilizadas e critérios de seleção dos convidados, com o objetivo de evitar aglomeração.

Por meio do Grupo de Trabalho de enfrentamento ao novo coronavírus (GT Coronavírus), o MP alertou sobre a necessidade do Município, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), manifestar-se sobre as condições para realização do evento, inclusive sobre o limite de pessoas que poderão participar dele, já que há previsão de 500 convidados, o que extrapolaria o máximo de 200 pessoas previsto em decreto estadual em vigor.

O MP pretende realizar uma audiência com a SMS na próxima semana para discutir outros detalhes da realização do evento. Segundo o GT, Salvador ainda não conta com um plano de retomada para o setor de eventos, o que, destaca o Grupo, é necessário para garantir a segurança das atividades do ramo e da população na realização de eventos desta natureza.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.