Publicado em 26/10/2019 às 09h40.

MP: gerente da Caixa é denunciado por racismo contra cliente em agência

A Caixa Econômica não se manifestou sobre o processo

Redação
Foto: Tânia Rego/ Agência Brasil
Foto: Tânia Rego/ Agência Brasil

 

O gerente da Caixa Econômica Federal João Paulo Vieira Barreto, foi denunciado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) por crime de discriminação racial contra o empresário Crispim Terral.

A denúncia oferecida pela promotora de Justiça Lívia Vaz, é referente ao caso que aconteceu no dia 19 de fevereiro na agência da Caixa do Relógio de São Pedro, no bairro Dois de Julho.

Na peça apresentada, o MP afirma que “as investigações policiais apontam que a vítima, depois de esperar atendimento desde às 10h da manhã, dirigiu-se por volta das 16h à mesa do gerente geral da agência, João Paulo Barreto, para cobrar atendimento que resolvesse sua demanda. Na ocasião, o gerente geral acionou o setor de segurança privada para retirar o cliente do estabelecimento. Depois, a Polícia Militar também compareceu à agência e propôs ao gerente que ele e o cliente se dirigissem até à delegacia. Neste momento João Paulo teria afirmado que não fazia acordo com “esse tipo de gente”, “supostamente se referindo à raça/cor da vítima”, e logo após teria afirmado que somente iria à delegacia se Crispim Terral saísse algemado da agência”.

A denúncia foi formalizada no último dia 11. O MP ainda destaca que a vítima foi imobilizada por “mata leão” pelos policiais que a retiraram da agência e o denunciado foi embora sem se dirigir à delegacia. A Caixa Econômica não se manifestou sobre o processo.

PUBLICIDADE
Temas: Caixa , crispim , denúncia , gerente , MP