Publicado em 01/07/2020 às 10h13.

PJ-BA ocupa 1º lugar na prolação de sentenças durante período de home office

Com mais de 394 mil sentenças e acórdãos, Judiciário baiano fica na liderança entre tribunais de médio porte e na 5ª posição entre os 27 tribunais estaduais

Redação
Foto: TJ-BA
Foto: TJ-BA

 

O regime de teletrabalho, o home office, instituído no Poder Judiciário da Bahia (PJ-BA) desde a segunda quinzena de março para diminuir a propagação do novo coronavírus, tem se mostrado produtivo para o Judiciário baiano.

De 16 de março até segunda-feira (29), foram prolatadas 394.726 sentenças e acórdãos, o que coloca o PJ-BA na primeira colocação entre os tribunais de médio porte e na quinta posição entre os 27 tribunais estaduais.

No mesmo período, 217.045 decisões não terminativas foram proferidas. Nesta categoria, o PJ-BA ocupa a quarta colocação entre os tribunais de médio porte e a nona posição entre os 27 tribunais estaduais. O PJ-BA ocupa também o primeiro lugar entre os tribunais de médio porte no número de despachos: até o momento, 860.784 processos foram despachados.

Desde o inicio do teletrabalho, foram lançados 8.885.624 de movimentos processuais por serventuários, o que coloca o PJBA no segundo lugar entre os tribunais de médio porte e na sétima posição entre os estaduais nesta categoria.

Até o momento, aproximadamente R$ 2 milhões em penas pecuniárias foram destinadas ao combate à pandemia na Bahia. O valor pode ser usado para a compra de materiais e equipamentos para equipes médicas, além de alimentos e itens de higiene pessoal para serem distribuídos a famílias em situação de vulnerabilidade social. Os dados são do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A nova gestão do Poder Judiciário do Estado da Bahia tem somado esforços em todas as áreas administrativas e judicantes, envolvendo servidores, magistrados e terceirizados. A busca pela otimização dos recursos públicos e produtividade são metas estabelecidas pelo Presidente do PJBA, Desembargador Lourival Almeida Trindade, que assumiu o compromisso desde a posse em fevereiro deste ano.

Acesse os dados na íntegra.

Mais notícias