Publicado em 19/01/2016 às 17h00.

Bolívia registra primeiro caso de Zika contraído no país

Outros três pacientes tiveram a doença, mas foram infectados pelo vírus no Brasil. de acordo com informações de autoridades sanitárias

Agência Estado

Uma mulher de 32 anos grávida de oito meses é o primeiro caso autóctone do vírus Zika na Bolívia, segundo informações de autoridades sanitárias locais. A mulher, que vive na pequena cidade de Portachuelo, a 500 quilômetros da capital La Paz, foi levada a um hospital de Santa Cruz para “um acompanhamento rigoroso”, afirmou o chefe de epidemiologia Rodolfo Rocabado.

Esse é o quarto caso de Zika detectado na Bolívia desde 7 de janeiro, mas o primeiro caso de infecção dentro da Bolívia. Os outros três pacientes contraíram o vírus no Brasil. As autoridades bolivianas declararam alerta sanitário em regiões do leste do país para evitar a propagação da doença.

De origem africana, o vírus Zika se espalha desde 2014 pela América do Sul por meio da picada do mosquito Aedes aegypti, que é o mesmo transmissor da dengue e da chikungunya.

O Ministério da Saúde da Bolívia está aplicando punições a proprietários de residências que não eliminem detritos plásticos e de borracha de forma correta, que evite o depósito de ovos do mosquito transmissor em água acumulada. O mosquito é mais comum nesta época do ano, em que há mais chuvas e temperaturas mais altas no leste da Bolívia.

Fonte: Associated Press

PUBLICIDADE
Temas: Bolívia , mosquito , Zika

Mais notícias