Publicado em 05/12/2015 às 18h32.

EUA não confirma ligação entre atiradores da Califórnia e terroristas

Casa Branca diz que não há provas até o momento que os assassinos faziam parte de grupos organizados

Reuters

A equipe do presidente Barack Obama ainda não encontrou provas de que os atiradores no tiroteio Califórnia faziam parte de um grupo organizado ou uma célula terrorista mais ampla, informou a Casa Branca em um comunicado.

“A equipe do presidente também afirmou que eles, até o momento, não descobriram nenhuma indicação de que os assassinos faziam parte de um grupo organizado ou de uma célula terrorista mais ampla”, trouxe o comunicado.

A declaração acrescentou, porém, que a equipe tinha destacado “vários pedaços” de informação que “apontam para os perpetradores sendo radicalizados à violência”.

Segundo o comunicado, o presidente se reuniu com o diretor do FBI James Comey, com a procuradora-geral Loretta Lynch, e com o secretário de Segurança Nacional Jeh Johnson.

PUBLICIDADE