Publicado em 15/06/2019 às 13h00.

Morre cineasta Franco Zeffirelli aos 96 anos

Diretor ficou conhecido por suas visões românticas no cinema e pelas adaptações de peças de Shakespeare

Agência Brasil
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

 

O cineasta italiano Franco Zeffirelli morreu neste sábado (15) aos 96 anos, em Roma. O anúncio foi feito por Dario Nardella, prefeito de Florença, cidade natal do artista.

Nascido em 12 de fevereiro de 1923, Zeffirelli se tornou conhecido por suas visões românticas no cinema, opulentas produções de ópera e adaptações de peças de Shakespeare no teatro.

Zefirelli começou no mundo do cinema pelas mãos de Luchino Visconti, como assistente de direção em três de seus melhores filmes: A Terra Treme (1948), Belíssima (1951) e Sedução da Carne (1954.

Dirigiu clássicos como La Bohème (encenação da ópera de Puccini, em 1965); A Megera Domada, com Richard Burton e Elizabeth Taylor (1967); Romeu e Julieta, com Michael York e Laurence Olivier (1968); Irmão Sol, Irmã Lua (1977); O Campeão, com Jon Voight, Faye Dunaway e Nicky Schrodeer (1978); Amor Sem Fim, com Broke Shields (1981) e Chá Com Mussolini (1999), no qual relata sua infância.

Homossexual declarado, ele revelou em autobiografia publicada quando tinha 83 anos seu grande amor por Visconti. Entrou no Parlamento pelo partido de Silvio Berlusconi, Forza Itália, e se dizia conservador por “desespero anticomunista”.

Denúncia de abuso

Em janeiro 2018, Zeffirelli foi acusado pelo ator Johnathon Schaech de ter abusado sexualmente dele durante as filmagens do filme “Sparrow”, em 1992.

Schaech, que era um ator novato na época, afirmou que o diretor entrou em seu quarto de hotel enquanto ele dormia e deitou ao lado ele e o tocou sem sua permissão, além de ter sido verbalmente abusivo e agressivo.

Na época, a família do cineasta, que já estava com a saúde debilitada, negou a acusação em um comunicado e afirmou que o ator teria raiva do diretor. Zeffirelli, após as filmagens, dublou as falas de Schaech devido a um problema de dicção dele.

PUBLICIDADE