Publicado em 25/10/2020 às 09h30.

Presidente da Samsung, Lee Kun-hee, morre aos 78 anos

Empresário estava hospitalizado, mas causa da morte não foi divulgada

Redação
Foto: Divulgação/REUTERS e EFE
Foto: Divulgação/REUTERS e EFE

O presidente da Samsung, Lee Kun-hee, morreu neste domingo (25), segundo informação da companhia da Coreia do Sul ao jornal O Estado de São Paulo. O empresário tinha 78 anos e faleceu ao lado da família no hospital.

Em comunicado, a empresa disse que Kun-hee estava hospitalizado, mas não informou a causa da morte. Em 2014, após um ataque cardíaco, Lee Kun-hee passou por uma cirurgia que deixou sequelas. Nos anos 90, ele se recuperou de um câncer de pulmão.

Terceiro filho do fundador da Samsung, Lee Byung-chul, Kun-hee ajudou a transformar o negócio de seu pai no maior conglomerado sul-coreano.

“O presidente Lee foi um verdadeiro visionário que transformou a Samsung em líder mundial de inovação e potência industrial. Sua declaração de ‘Nova Administração’ em 1993 foi a motivação para a visão da empresa de fornecer a melhor tecnologia para ajudar no avanço da sociedade global”, disse a Samsung. “Seu legado será eterno.”

Desde que assumiu a liderança, ele acompanhou a transição da Samsung como fabricante de televisores rumo à maior produtora de smartphones e chips de memória. Com isso, o magnata virou o dono da maior fortuna da Coreia do Sul, estimada em mais de US$ 20 bilhões, de acordo com a Forbes.