Publicado em 06/07/2020 às 13h59.

Príncipe Harry sugere à Família Real que reconheça erros do passado

Harry vai contra os pronunciamentos e manifestações no Palácio de Buckingham

Redação
Foto: ABC News
Foto: ABC News

 

O príncipe Harry está movimentando os bastidores, mesmo sem fazer mais parte da realeza britânica.

Em uma videoconferência com jovens lideranças de países que fazem parte do antigo império, o filho de Lady Di sugeriu que é necessário reconhecer erros do passado. “Quando você olha para a Commonwealth, não há como seguir adiante, a menos que reconheça o passado”, disse ele.

O episódio ao qual Harry se referia era o histórico envolvendo a organização intergovernamental Commonwealth, criada oficialmente em 1931.

“Não vai ser fácil e, em alguns casos, não será confortável, mas precisa ser feito, porque, adivinhem, todos se beneficiam”, afirmou.

Harry vai contra os pronunciamentos e manifestações no Palácio de Buckingham. Em um evento que participou em lembrança da mãe, a princesa Diana, o ex-membro da família real falou sobre o racismo institucional. “O preconceito inconsciente deve ser reconhecido sem culpa para criar um mundo melhor para todos vocês”, disse.

Do outro lado, a rede social da Família Real,não se pronunciou nas manifestações contra o assassinato de George Floyd, que movimentou o mundo.