Publicado em 19/07/2019 às 13h40.

Bombeiros já realizaram 521 vistorias de imóveis e sangria de duas barragens

Reservatórios situados em Pedro Alexandre tiveram o volume de água diminuído; estão previstas sangrias em mais duas represas

Redação
Foto: Divulgação/CBMBA
Foto: Divulgação/CBMBA

 

As unidades do Corpo de Bombeiros da Bahia já vistoriaram, até a noite de quinta-feira (18), 521 imóveis da zona urbana de Coronel João Sá e fizeram a sangria de duas barragens em Pedro Alexandre. O grupo está na cidade desde o rompimento da barragem do Quati, no último dia 12, e integra uma equipe com profissionais da Defesa Civil, agentes de saúde e outros órgãos municipais. 

Duas barragens situadas em Pedro Alexandre tiveram os volumes de água reduzidos de forma controlada pelas equipes. Outras duas represas situadas em uma propriedade privada devem ser esvaziadas. 

A corporação também já analisou e liberou 309 imóveis para limpeza e ocupação. Outras 65 casas foram interditadas e 147 ainda estão sendo avaliadas. Propriedades da zona rural também devem ser verificadas, informou a assessoria. 

O coordenador da operação em Coronel João Sá, capitão BM Albert Mascarenhas, disse que, nesta sexta, cestas básicas, águas e alimentos, doados para as famílias atingidas, estão sendo distribuídos. 

Mascarenhas também informou que foram feitas visitas em abrigos para tirar dúvidas, dar informações e cadastrar a população afetada pela enchente. De acordo com o comandante-geral do CBM, coronel Francisco Luiz Telles de Macêdo, o grupo permanecerá na cidade até a finalização dos trabalhos.

PUBLICIDADE

Mais notícias