Publicado em 13/01/2017 às 20h50.

Operação apreende armas e drogas em presídio de Feira

Ação deflagrada pela 1ª Coorpin/Feira contou com a participação de 180 policiais da PC, PM e agentes penitenciários

Redação
Divulgação:
Divulgação

 

Uma operação de busca e apreensão, com mandado expedido pela Vara de Execuções Penais da cidade, apreendeu drogas, celulares e 32 facas artesanais em 11 pavilhões do Presídio Regional de Feira de Santana nesta sexta-feira (13). O coordenador da Coorpin de Feira, delegado João Uzzum, informou que a ação foi deflagrada com o objetivo de apurar denúncias de que havia drogas e armas no interior do estabelecimento penal que abriga mais de 1800 internos, sendo 82 na ala feminina do prédio.

Participaram da ação 180 prepostos, sendo 100 policiais militares, 50 policiais civis e 30 agentes penitenciários. Durante a revista, autorizada pelo juiz da Vara de Execuções penais, Waldir Viana Ribeiro Júnior, foram encontradas 32 facas artesanais, quatro celulares, 19 cachimbos para crack, tesouras, pedaços de madeira, 17 cadernos com anotações de conta bancária, contatos telefônicos e relação nominal de pessoas (tipo caixa) com valores e comprimidos diversos.

Pendrives, cartões de memória, chips de operadoras, celulares quebrados, isqueiros e baterias de celulares, também foram apreendidos, além de 95 trouxinhas de maconha, 38 pacotes de cocaína e sete pedras de crack. Todo material apreendido será encaminhado para a perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

De acordo com o delegado João Uzzum, 57 presos foram flagrados de posse do material apreendido durante a operação, entre eles, 16 internas revistadas por delegadas e policiais militares (Pfem) e agentes femininas, e serão responsabilizados criminalmente em inquérito instaurado pela Polícia Civil e administrativamente pela Vara de Execuções Penais, já que incorreram no cometimento de faltas graves e podem sofrer sanções como a regressão de regime.

PUBLICIDADE