Publicado em 14/06/2019 às 20h20.

Prefeito assina contrato de empréstimo de R$ 300 milhões com a CAF

Os recursos serão utilizados na implementação do Programa de Integração e Desenvolvimento Urbano, Social e Ambiental do município

Redação
Foto: Ascom
Foto: Ascom

 

O prefeito Elinaldo Araújo assinou nesta sexta (14), em Brasília, o contrato de empréstimo entre a Prefeitura de Camaçari e a CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina), no valor de US$ 80 milhões (cerca de R$ 300 milhões).

Os recursos serão utilizados na implementação do Programa de Integração e Desenvolvimento Urbano, Social e Ambiental do município. É o primeiro empréstimo internacional obtido por Camaçari (que teve aval do Governo Federal), devido às gestões do deputado federal Paulo Azi (DEM) junto ao Ministério da Economia.

Participaram da solenidade os vereadores Jorge Curvelo (presidente da Câmara Municipal), Flávio Matos e Zé do Pão; a secretária municipal da Infraestrutura, Josenele Cardim; o secretário da Fazenda, Joaquim Bahia; e o Procurador-Geral do município, Bruno Nova; além do representante da CAF no Brasil, Jaime Holguín, e a procuradora da Fazenda Nacional, Suely Dib de Sousa.

Elinaldo destacou que sua equipe fez um grande esforço, seguindo toda cartilha e as orientações da CAF para agilizar o processo por entender sua importância para Camaçari.

“Com essa crise econômica os municípios estão sem condições de fazer o que os prefeitos sonham. E o conjunto de obras que os recursos permitirão executar será um marco para o município”, declarou, lembrando que os técnicos da CAF “se encantaram com o nosso programa que tem investimentos na área de turismo como, por exemplo, a requalificação da Lagoa de Itacimirim, além de intervenções importantes em Jauá, Areias que fortalecerão o turismo na orla”.

Nessa linha, lembrou que estão previstas ainda a requalificação das entradas das praias importantes da Costa de Camaçari como Jacuípe, Guarajuba e Arembepe. “Vamos buscar fazer serviços de avenidas, asfalto, passeios e iluminação. Isso vai fortalecer muito a economia da orla”. Citou ainda a reforma no Horto Florestal e a duplicação do Viaduto do Trabalhador como “sonhos da população”. O prefeito aproveitou para pedir o auxílio do banco no processo de finalização dos projetos para que possam ser licitados e executados o mais rápido possível.

O representante do CAF, Jaime Holguín, destacou a aprovação rápida do empréstimo, que teve apoio da União e o esforço da prefeitura na preparação da documentação. Disse que o conjunto de obras de Camaçari é “muito interessante para cumprir os objetivos da CAF nos países da América Latina: é um Programa integral, com intervenções de vários territórios, de mobilidade, que unirá as diferentes regiões do município, além de outros componentes, que vão melhorar a qualidade de vida da população. O propósito do Banco de Desenvolvimento é esse, melhorar a qualidade de vida das pessoas. Queria parabenizar o prefeito”.

Entre outras intervenções, o Programa conta também com um componente de melhoria do setor educacional, especialmente o segmento voltado para a primeira infância, com a modernização tecnológica da rede de ensino e a implementação do sistema de formação de professores. Outro ponto de destaque a ser desenvolvido é a modernização tecnológica para informação e gestão de dados urbanos, com a implementação de 60 quilômetros de fibra ótica, entre outras ações.

PUBLICIDADE