Publicado em 17/01/2017 às 21h20.

Prefeito é investigado por nepotismo e irregularidade em contrato

Promotor do MP abriu dois processos administrativos para investigar irregularidades na gestão do prefeito Fernando Gomes (DEM)

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (DEM), é investigado pelo Ministério Público por prática de nepotismo. O democrata, que chegou a ter a candidatura impugnada e precisou de recurso na última eleição, é alvo de um mandado expedido pelo promotor Inocêncio Carvalho, que exigiu o envio até a próxima quinta-feira (19) da relação de contratados na prefeitura e na Câmara que possuam vínculo de parentesco com o prefeito, o vice, secretários e edis.

Outros processos administrativos foram abertos em relação a um contrato firmado entre a administração municipal com a empresa Bio Sanear Tecnologia Ltda, para prestação de serviço da limpeza pública. O convênio assinado no início da atual gestão estabelece um valor maior que R$ 3 milhões para o serviço, com uma vigência de apenas 60 dias.

PUBLICIDADE