Publicado em 15/06/2021 às 07h23.

Democratas expulsa Rodrigo Maia do partido

Após troca de acusações com presidente da legenda, ACM Neto, deputado anunciou em maio que pediria desfiliação por "grave discriminação"

Redação
Fotos: Fernando Frazão/Agência Brasil | Valter Pontes/Secom
Fotos: Fernando Frazão/Agência Brasil | Valter Pontes/Secom

 

O Democratas (DEM) expulsou do partido o deputado federal Rodrigo Maia (RJ), ex-presidente da Câmara dos Deputados. A decisão foi informada em nota divulgada nesta segunda-feira (14), em que a legenda afirma que Maia teve “amplo direito de defesa” e que a definição foi feita de forma unânime.

“Após garantir o amplo direito de defesa ao parlamentar, os membros da Executiva apreciaram o voto da relatora, deputada Prof. Dorinha. A comissão nacional, à unanimidade de votos, deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado”, afirma a legenda.

Em maio, Rodrigo Maia já havia anunciado que apresentaria ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um pedido de desfiliação do DEM. Naquele momento, o deputado não quis informar a qual partido se filiará.

No documento, Maia afirma que sofre “grave discriminação” política e pessoal na legenda e que houve “substancial mudança” do programa partidário do DEM, aproximando a sigla do presidente Jair Bolsonaro.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.