Publicado em 20/03/2018 às 17h03.

ACM Neto admite chance de Bruno Reis se filiar ao DEM

“Existe a possibilidade dele ir para o Democratas? Óbvio que existe", declarou o prefeito, sobre chance de vice deixar o MDB

Rodrigo Aguiar
Foto: Ângelo Pontes/ Agecom
Foto: Ângelo Pontes/ Agecom

 

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), admitiu nesta terça-feira (20) a possibilidade de o vice-prefeito Bruno Reis deixar o MDB e se filiar ao DEM. A declaração ocorre em meio a um movimento para tentar pressionar o deputado federal Lúcio Vieira Lima a deixar o partido (veja aqui e aqui).

“Existe a possibilidade dele ir para o Democratas? Óbvio que existe, mas não procede a especulação de que ele se filiou ao Democratas”, afirmou o chefe do Executivo da capital baiana. Ao ser questionado anteriormente sobre o assunto, o prefeito havia se esquivado.

O democrata também sinalizou que o possível retorno de Bruno para o DEM estará relacionado à sua decisão de sair ou não candidato ao governo. “Isso só vai ser conhecido na reta final, quando eu tornar pública a minha decisão”, acrescentou Neto.

Durante conversa com a imprensa, o prefeito ainda aproveitou para fazer uma provocação ao governo, ao dizer que, caso dispute o posto e saia vencedor, haverá uma parceria entre Município e Estado.

“Salvador vai ter não só um governador no Palácio de Ondina, mas um governador e um prefeito. Diferente do que existe hoje, onde não diálogo entre o governo e a prefeitura, e sim pirraça pela parte do governo com a prefeitura, nós teremos um governador e um prefeito parceiros”, afirmou.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.