Publicado em 27/06/2019 às 06h57.

Advogada que discutiu com Bolsonaro ficou em 1º lugar em lista tríplice para vaga no TSE

Daniela Teixeira recebeu a maior votação do STF

Redação
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Foto: José Cruz/Agência Brasil

 

A votação para a escolha da lista tríplice de candidatos a ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) teve situações parecidas com a de uma campanha eleitoral no Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo, um vídeo em que a advogada Daniela Teixeira discute com Jair Bolsonaro, então deputado federal, em 2016, foi distribuído para tentar prejudicar a indicação dela.

A gravação, no entanto, não impediu que ela recebesse a maior votação votação do STF: com os votos de dez dos onze magistrados da corte, ela ficou em primeiro lugar na lista tríplice.

Agora, cabe ao presidente Bolsonaro agora escolher o novo ministro.

PUBLICIDADE