Publicado em 26/06/2019 às 18h47.

Alcolumbre decide votar separadamente medidas anticorrupção e abuso de autoridade

Primeiro será votado o relatório de Rodrigo Pacheco sem os artigos 8º e 9º, que tratam sobre o abuso de autoridade

Redação
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), acatou um destaque de Jorge Kajuru (PSB) para que as medidas anticorrupção e o projeto de abuso de autoridade sejam votados separadamente no plenário da Casa.

Agora, primeiro será votado o relatório de Rodrigo Pacheco sem os artigos 8º e 9º, que tratam sobre o abuso de autoridade.

Nesta quarta (26), a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou o projeto contra abuso de autoridade praticado por juízes ou procuradores.

A proposta pretende combater situações nas quais juízes ou procuradores beneficiam a si mesmos ou outras pessoas, prejudicam alguém, e por “capricho” ou “satisfação pessoal”, direcionam um processo.

 

PUBLICIDADE