Publicado em 18/03/2019 às 16h26.

Aleluia: ‘Como presidente da CCJ, vou deixar o projeto pronto para ser votado’

Presidente da CCJ confirmou que há acordo para que votação em plenário só ocorra após envio de aplicativos de taxistas

Breno Cunha
Foto: Luiza Lopes/bahia.ba
Foto: Luiza Lopes/bahia.ba

 

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de Vereadores, Alexandre Aleluia (DEM), comentou a declaração do líder de governo, Paulo Magalhães Jr., nesta segunda-feira.

O edil havia dito a um grupo de taxistas que a votação em plenário do projeto que regulamenta aplicativos de transporte está condicionada ao envio pelo Executivo de um projeto que contemple os taxistas.

Ao bahia.ba, Aleluia confirmou o acordo e garantiu que da sua parte, deixará pronto o projeto de aplicativos para o presidente da Casa, Geraldo Jr., escolher quando será votado em plenário.

“Como presidente da CCJ, vou deixar o projeto pronto para o presidente votar ou não. Quero o bem pra todos os setores, microempreendedores, e tenho plena consciência que não é prejudicando um setor que a gente vai resolver o outro”, disse.

Aleluia ainda defendeu que o setor privado fique à frente da criação do aplicativo para os taxistas.

“Acredito em liberdade pra todos os setores, e os taxistas querem mais flexibilidade, competitividade, vejo com bons olhos esse aplicativo para os taxistas. Acho até que esse aplicativo deve caminhar de preferência pra ser tocado no futuro pela iniciativa privada, porque não é negócio pra qualquer aparato estatal tocar aplicativo de mobilidade”, falou.

PUBLICIDADE