Publicado em 24/12/2017 às 15h30.

Após trégua, ACM Neto e vice ‘afagam’ o MBL

Em vídeo, postado na página do grupo, o democrata manda "um grande abraço para toda a turma do MBL"

Rodrigo Aguiar
Foto: Alexandre Galvão / bahia.ba
Foto: Alexandre Galvão / bahia.ba

 

Após “dar uma trégua” ao prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), e intensificar as críticas ao governo Rui, o Movimento Brasil Livre na Bahia (MBL-BA) recebeu um “afago” do gestor da capital baiana.

Em vídeo, postado na página do grupo, o democrata manda “um grande abraço para toda a turma do MBL”. “Parabéns pela luta, pelo trabalho que vocês realizam. Que 2018 venha com novas vitórias, novas conquistas, a galera na rua participando e construindo uma política melhor para o futuro do Brasil”, diz o prefeito.

O vice-prefeito Bruno Reis (PMDB) também gravou uma mensagem para o MBL baiano, responsável, segundo o peemedebista, “por ter tirado o Brasil de um processo de queda livre, com o governo do PT”.

“Um governo que a população tinha perdido as esperanças de poder retomar o crescimento da nossa economia. O MBL foi decisivo nisso. o MBL que defende o Brasil livre, a ética na política, valores e princípios cada vez mais frágeis na sociedade”, afirma o vice-prefeito.

Aliado do prefeito, o vereador Cezar Leite (PSDB) é integrante do Movimento Brasil Livre. No final de outubro, Neto fez elogios ao MBL, ao participar do primeiro congresso do grupo no estado.

De lá para cá, a relação teve alguns momentos conturbados, com críticas do movimento à gestão do prefeito, sobretudo em relação ao reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Neto chegou a ser apelidado de “o poderoso chefinho”.

Nas ultimas semanas, entretanto, os laços se estreitaram e o grupo passou a concentrar mais os seus ataques nas redes sociais sobre o governador Rui Costa (PT) e sua equipe.

PUBLICIDADE