Publicado em 08/05/2021 às 16h30.

Bolsonaro manda ministros gravarem vídeos pró-cloroquina

Presidente insiste na defesa do medicamento, que não possui eficácia comprovada contra a Covid-19

Redação
Foto: reprodução/redes sociais
Foto: reprodução/redes sociais

 

Em meio ao andamento das investigações da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), sobre a  atuação do governo no enfrentamento da pandemia da Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o uso da hidroxicloroquina no tratamento da doença neste sábado (8). O medicamento não possui eficácia comprovada contra o vírus.

O presidente afirmou ainda que vai divulgar um vídeo em que seus ministros irão propagandear a substância, com a frase “eu tomei”.

“Ontem [sexta-feira] retornando de Rondônia, no avião tinha alguns ministros, a gente vai fazer um vídeo na semana, os 22 ministros, todos aqueles que tomaram hidroxicloroquina vão falar ‘eu tomei’. É a alternativa no momento”, disse Bolsonaro, durante conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

Na oportunidade, o presidente também classificou a comissão de investigação do Senado como “um vexame” e que, “só se fala em cloroquina”.

“Mas o cara que é contra não dá alternativa. Tenho certeza que alguém aqui tomou hidroxicloroquina. Ah, não tem comprovação científica. Mas não tem cientificamente dizendo o contrário também”, disse, dirigindo-se a seus apoiadores.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.