Publicado em 06/01/2016 às 11h27.

BRT: Ministério diz que trabalha ‘em sintonia’ com prefeitura

Pasta das Cidades afirmou por meio de nota que o projeto do corredor de BRT está "em fase final de tramitação" no governo federal

Rodrigo Aguiar
Foto: Raul Golinelli / Gov. BA

 

O Ministério das Cidades disse que “trabalha em sintonia” com a prefeitura de Salvador e afirmou que o projeto do BRT da capital baiana está “em fase final de tramitação” no governo federal, em resposta à declaração do prefeito ACM Neto de que, caso o dinheiro para a construção do corredor de ônibus não saia, será por “perseguição política”. Por meio de nota enviada ao bahia.ba, a pasta afirmou que há, em todo o estado, 15 obras do Programa de Aceleração do Crescimento da Mobilidade e 38 do PAC Pavimentação, além de outras 71 financiadas com recursos de emendas parlamentares.

Segundo o órgão, já foi realizado um investimento de R$ 8 bilhões em Salvador desde 2003, “sendo R$ 3,64 bilhões de mobilidade urbana, R$ 1,84 bilhão em saneamento, R$ 180 milhões em infraestrutura, R$ 2,08 bilhões no Programa Minha Casa Minha Vida e mais R$ 265 milhões em habitação”. O ministério cita ainda uma aplicação de R$ 28 bilhões em toda a Bahia, no mesmo período, dos quais “R$ 3,7 bilhões em mobilidade urbana; R$ 16,5 bilhões no Programa Minha Casa, Minha Vida; R$ 964 milhões na área de habitação; R$ 6,6 bilhões em saneamento e R$ 190 milhões em infraestrutura”.

Especificamente sobre a cogitação de “perseguição”, o ministério, comandado pelo ex-prefeito de São Paulo Gilbero Kassab, ex-colega de ACM Neto no DEM e atualmente presidente nacional do PSD, não se manifestou.