Publicado em 31/05/2021 às 12h44.

Governador rebate pedido de Colbert Martins: ‘Não consigo achar seriedade naquela fala’

Prefeito de Feira de Santana publicou vídeo com pedido de mais investimento do Estado na segurança pública da cidade

Anderson Ramos / Eduardo Dias
Foto: Anderson Ramos/bahia.ba
Foto: Anderson Ramos/bahia.ba

 

O governador Rui Costa respondeu nesta segunda-feira (31) a um vídeo do prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, falando sobre a cidade precisar de mais investimentos do Estado em segurança pública. Segundo Rui, a fala de Colbert soa como “ato de renúncia ao mandato”. Ele diz que não há “seriedade naquela fala”. A declaração ocorreu durante a cerimônia de entrega da nova maternidade Maria da Conceição de Jesus, no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

“Eu vi o vídeo e entendi aquilo como um ato de renúncia do mandato dele. Eu acho que ele vai renunciar ao mandato de prefeito e ser candidato a deputado federal, e resolveu fazer um discurso político. Eu não consigo achar seriedade naquela fala. Em Feira, se não fosse o governo do Estado, não tinha ensino fundamental… uma prefeitura e um prefeito que sequer conseguem oferecer creche e educação para os filhos da sua cidade vem valar de violência? A educação ajuda a aumentar ou diminuir a violência?”, questionou Rui.

“Ele vem de um viagem de Brasília e acho que ele se contaminou com o vírus de Bolsonaro, quem além de ser aliado, resolveu se contaminar. Eu entendo isso como um ato de renúncia. Quem vai em Feira de Santana fica assustado, uma cidade suja, escura, abandonada. Escuridão aumenta ou diminui a violência? Aumenta. O aliado dele, que ele apoiou e votou está destruindo o país, então ele também é responsável pela miséria e pela violência em Feira de Santana. Primeiro faça a sua obrigação e depois vá falar da casa do vizinho”, complementou.

Confira o vídeo com o pedido de Colbert: 

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.