Publicado em 19/04/2019 às 13h20.

Governo do Rio nomeia irmã de Bretas, amigo de Witzel

A advogada Marcilene Cristina Bretas Santana foi nomeada assessora da Controladoria Geral do Estado (CGE)

Redação
bretas witzel foto instagram
Foto: Instagram

 

Irmã do juiz Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, a advogada Marcilene Cristina Bretas Santana foi nomeada assessora da Controladoria Geral do Estado (CGE) do Rio de Janeiro, conforme a Folha.

O governador Wilson Witzel e Bretas se tornaram amigos na Justiça Federal. Ambos dizem que cortaram contato quando Witzel deixou a magistratura para disputar o comando do Executivo fluminense. Segundo eles, o objetivo era evitar rumores de condução política em processos da Lava Jato.

Marcilene foi selecionada em processo seletivo aberto em janeiro deste ano. A exigência era “ser bacharel em direito, com formação sólida na área pública, saber ler textos em inglês e ter disponibilidade para cumprir a carga horária de 40 horas semanais”.

A CGE informou que a irmão de Bretas já atuou como controladora-geral do município de Queimados, na Baixada Fluminense, de 2003 a 2005, e consultora jurídica geral do mesmo órgão de 2013 a 2016.

O órgão acrescentou que Marcilene “foi nomeada após ter enviado seu currículo para participar de processo seletivo para a área de assessoria jurídica, que analisou cerca de 800 currículos”.

“Vale ressaltar que dentre os currículos recebidos, o de Marcilene destacou-se por possuir experiências concretas na área de Controle Interno”, diz a nota da CGE.

Sobre o assunto, Bretas declarou: “Acredito que o órgão contratante fará os esclarecimentos necessários”.

PUBLICIDADE

Mais notícias