Publicado em 14/06/2019 às 11h28.

Governo tira obrigatoriedade de simulador e reduz aulas práticas para tirar CNH

Segundo Tarcísio Freitas, a decisão desburocratiza parte das etapas do processo de formação do condutor

Redação
Foto: Divulgação/Detran
Foto: Divulgação/Detran

 

Os motoristas brasileiros terão novas regras no processo de formação. Na quinta-feira (13), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, afirmou que o governo decidiu retirar a obrigatoriedade do uso de simuladores para a expedição da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Além disso, a exigência de aulas noturnas cairá de 5h para 1 hora/aula.

De acordo com o Tarcísio, a decisão desburocratiza parte das etapas do processo de formação do condutor.

“As decisões foram fruto de muita reflexão e estão sendo tomadas com toda responsabilidade”, afirmou. “Estamos muito alinhados às diretrizes que o presidente Bolsonaro tem nos mostrado, de desburocratizar os processos, retirar entraves e facilitar a vida do cidadão”, concluiu.

Para condutores de ciclomotores, a carga horária caiu de 20h para 10h/aula. A normativa permite ainda que os candidatos interessados na obtenção da Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC) possam, no período de um ano, realizar apenas as provas, sem passar pelas aulas teóricas e práticas. E, caso o candidato seja reprovado, ele deverá frequentar as aulas práticas.

PUBLICIDADE

Mais notícias