Publicado em 21/01/2016 às 09h54.

Mesmo sem vice, PMDB não terá candidato e apoiará Neto, diz Mota

Cotado a vice, secretário municipal de Mobilidade descarta integrar chapa majoritária ao lado do prefeito

Rodrigo Aguiar
Foto: Max Haack/Agecom
Foto: Max Haack/Agecom

 

Ao contrário das últimas eleições em Salvador, quando disputou a prefeitura com nomes como os dos ex-prefeitos João Henrique e Mário Kertész, o PMDB não terá candidato em 2016, mesmo que não ocupe um dos postos da chapa majoritária. A informação foi confirmada ao bahia.ba pelo secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, durante a vistoria às obras da nova Estação da Lapa, nesta quinta-feira (21). “O PMDB já definiu que o candidato a prefeito do partido será o prefeito ACM Neto. Isso é ponto pacífico e já discutido. A questão da vice é outra discussão que vai acontecer no momento apropriado entre os dirigentes partidários, mas o candidato do PMDB é o prefeito ACM Neto. Isso já está definido e está sacramentado”, assegurou o peemedebista.

Cotado a vice, o titular da Semob diz que não pensa em concorrer porque está focado na gestão. “Não coloco meu nome à disposição até porque nós recebemos missões do prefeito ACM Neto quando assumimos a secretaria que estão sendo cumpridas, como a licitação do sistema de ônibus, a nova Estação da Lapa, que será entregue totalmente requalificada em março, e a ligação entre as Cajazeiras 5 e 10. A minha cabeça e toda a minha energia estão voltadas para a parte administrativa”, ponderou Mota.

Sobre a definição do possível companheiro de Neto na corrida pela reeleição, o secretário diz que a definição sairá no momento “apropriado”. “A questão de vice ou não, aí o futuro a Deus pertence. Vai passar pelos critérios que vão ser definidos pelo prefeito com todos os dirigentes dos partidos da base aliada”, afirmou.