Publicado em 08/01/2016 às 08h44.

Ministro do STF autoriza quebra de sigilos de Cunha e família

Cunha é investigado em inquérito no STF que apura envolvimento de políticos no esquema da Operação Lava Jato

Redação
(Foto: J. Batista/Câmara dos Deputados)
(Foto: J. Batista/Câmara dos Deputados)

 

O ministro Teori Zavascki do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a quebra de sigilos bancário e fiscal do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), da esposa dele, Cláudia Cruz, e da filha, Danielle. De acordo com o jornal “Folha de S.PAulo”, a decisão de Teori, que atende a um pedido da Procuradoria-Geral da República, é de outubro de 2015. A quebra de sigilo fiscal e bancário dele e da família abrange o período de 2005 a 2014.

Cunha é investigado em inquérito no STF que apura envolvimento de políticos no esquema da Operação Lava Jato.

PUBLICIDADE

Mais notícias