Publicado em 14/03/2019 às 18h40.

MPF denuncia Joesley, Mantega, Palocci e mais 9 por apoio do BNDES ao grupo J&F

Grupo é acusado dos crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, gestão fraudulenta, prevaricação financeira e lavagem de dinheiro

Redação
Reprodução: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

 

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou 12 pessoas – entre elas o empresário Joesley Batista, da JBS, o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho e os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci – por crimes ligados ao apoio financeiro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao grupo J&F.

De acordo com a peça, os denunciados cometeram os crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, gestão fraudulenta, prevaricação financeira e lavagem de dinheiro.

Segundo o G1, o MPF pede reparação de R$ 5,5 bilhões aos cofres públicos. O montante inclui R$ 1,86 bilhão referente ao suposto prejuízo apurado, em valores atualizados, e outros R$ 3,74 bilhões como indenização.

Conforme a denúncia, recursos do BNDES foram utilizados pelo grupo J&F para comprar outras empresas do ramo de carnes, como a norte-americana Swift.

Em maio de 2017, foi deflagrada a Operação Bullish, semanas após o Tribunal de Contas da União (TCU) apontar irregularidade nas operações de crédito.

PUBLICIDADE