Publicado em 26/06/2019 às 12h18.

Política com Vatapá

Confira os causos apimentados da política baiana

Levi Vasconcelos

Zé Garapa

Essa quem conta é o senador Otto Alencar (PSD), conhecedor profundo da alma sertaneja, ainda mais da região de Rui Barbosa, sua terra.

Antigamente, casar com mulher não virgem era suprema ofensa, preconceito que chegou até os nossos dias. Anos 80, José Menezes Fagundes, de Lajedinho, região de Itaberaba, viveu dias amargos por conta disso. “Já casou melado”, diziam, arranjaram o apelido de Zé Garapa e ele virava uma arara.

Morador da roça andava com um facão de 20 polegadas na cintura e ai de quem falasse em Garapa. Pirou quando se elegeu vereador. Os adversários caíam matando, quase sai morte.

Contam em Lajedinho que lá um dia ele chegou à cidade montando a cavalo. Vinha para a sessão da Câmara, alguém gritou:

— Água!

Outro emendou:

—Açúcar!

Zé pulou do cavalo e brandiu o facão:

— Misture seus moleques! Se vocês são homens, misturem! Misturem para ver se eu não mando um para o inferno hoje!

Até hoje o caso é piada municipal.

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.

PUBLICIDADE

Mais notícias