Publicado em 15/07/2019 às 21h19.

Previdência deve ser aprovada em dois meses no Senado, diz presidente da CCJ

Simone Tebet defendeu PEC paralela que possibilite replicação da reforma em estados e municípios

Redação
Foto: Lucio Bernardo Junior/Câmara dos Deputados
Foto: Lucio Bernardo Junior/Câmara dos Deputados

 

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), afirmou nesta segunda-feira (15) que a reforma da Previdência deve tramitar durante cerca de dois meses na Casa. A informação é do jornal O Globo.

“A PEC principal acredito que em 45 dias no Senado é muito otimismo, mas 60 dias é um tempo confortável. Agosto e setembro. A PEC paralela pode estender um pouquinho para outubro, a depender da reunião de líderes, porque também os líderes podem querer votar concomitantemente, votar no mesmo dias as duas PECs”, avaliou.

Após a conclusão da votação na Câmara, que ocorrerá no início de agosto, a reforma terá que passar pela CCJ e pelo plenário do Senado. Simone Tebet defendeu a inclusão de Estados e municípios, mas em outra Proposta de Emenda à Constituição (PEC).

De acordo com a parlamentar, Tasso Jereissati (PSDB-CE) será o relator da reforma.

PUBLICIDADE